quinta-feira, 8 de outubro de 2009

O Bloco dos Não-Felizes

Vem aí, sem orgulho algum, debaixo de fantasias jocosas
O BLOCO DOS NÃO-FELIZES!!!
e eles sabem que o são, por isso estão ali.
Bailarinas que nunca dançaram no palco, assombradas por um fim de tarde nublado.
Homens e mulheres, coxos e coxa, anciosamente aguardando por ... sabe-se lá o que
os analfabetos, com suas coleiras, sendo levados por seus donos, macaquinhos.
Vem o eco-bobo, bem intencionado no início, e agora sem argumentos
vem o ator de pornô, antes com potência assegurada, hoje inseguro e injustiçado.
A madame velha, com seu poodles velhos, veio no seu casaco de peles velho, feito de animais velhos, ecom jóias que fedem a velho e perfume velho
Bilhões de poetas chorosos de paixões.
Os ultra-romanticos, olha eles, vem aos milhares!!!
Foram confundidos com garotos chorões.

Todos eles são não-felizes. Não os confunda com infelizes, oras. Um infeliz é nada mais que alguém invejoso, que diante da alegria alheia, se vê a desdenhar. Os não-felizes são aqueles que nunca viera ma desfrutar do sucesso, ou dele se perderam, por serem vagos demais.

eles não pulam, as crianças não os seguem. Não tem família, nem cachaça, nem cigarro. Estão calados, batendo tambores ocos, como suas mentes.

Dêem as boas-vindas ao Bloco dos Não-Felizes, que chegarm uns oito meses atrasados para o Carnaval.

Um comentário:

e s t e r disse...

tah emo heim!!! :D